• Show Florestal

Entrevista com Germano Vieira, Diretor Florestal da Eldorado Brasil



O que os investimentos da indústria florestal na região de Três Lagoas significam para a economia e desenvolvimento social?

O município de Três Lagoas foi privilegiado por muitos investimentos, com indústrias de base florestal, que mudaram muito as condições sócio econômicas da região. São investimentos de uma área de negócios na qual o Brasil tem extrema competência. Isso significa longevidade, geração de muitos empregos de qualidade e demanda para um efeito de geração de renda gigantesco. Em tudo isso existe muita capilaridade, e atinge não só o município de Três Lagoas, mas também todos ao seu redor.


Quais são os maiores desafios para se produzir florestas em região com histórico de temperaturas elevadas?

O segredo para produzir florestas de alta performance é ter uma boa equipe, para que cada detalhe das etapas de produção seja executado com os critérios adequados. Desta forma, enfrentar todas as adversidades locais, como por exemplo as altas temperaturas. Em outras palavras, ter um bom planejamento, criar um protocolo silvicultural adequado, tanto em material genético, quanto em manejo florestal.


O Brasil tem uma forte vocação para o setor florestal? Como você avalia o nosso potencial e onde podemos melhorar?

O Brasil é o país que melhor produz biomassa de madeira do mundo e por isso se tornou o local preferido dos investidores que querem implantar grandes projetos nesta área. No entanto, alguns fatores naturais têm afetado fortemente essa supremacia e precisamos nos adequar rapidamente. Precisamos rever protocolos técnicos que, até então, tínhamos como os mais corretos. O aumento da temperatura média anual, o aparecimento de pragas exóticas e outras doenças desconhecidas são alguns destes fatores que estão limitando o crescimento da nossa produtividade.


Como você avalia a relação oferta/demanda de madeira para a indústria nacional de papel e celulose?

A questão da falta ou sobra de madeira deve ser vista como um fator temporário e para isso temos que responder a seguinte pergunta; O que deve vir primeiro, a indústria ou a floresta?


Em que nível está o Brasil, em termos tecnológicos em relação aos grandes países que tem na madeira um segmento importante para a economia?

O Brasil é imbatível como produtor de floresta para indústria e ainda temos uma distância razoável em relação ao segundo lugar. Porém, como disse, temos que nos adaptar a novas condições ambientais para continuar no topo.


Existe mão-de-obra qualificada disponível na proporção que setor precisa?

No que tange ao profissional específico da área florestal temos observado algumas deficiências para capacidades específicas da silvicultura. Mas, de alguma forma, as empresas têm compensado o problema investindo muito em capacitação destes profissionais. A atratividade do setor ainda é baixa, devido à localização dos grandes projetos florestais, longe das grandes cidades.


Na sua visão, qual a relevância de feiras e eventos técnicos, específicos para o segmento de florestas plantadas?

Esses eventos são fundamentais para aumentar o interesse de investidores e fornecedores de produtos e serviços especializados. Além disso, apresentar novas tecnologias e alternativas para produção de madeira.


Quais os planos da Eldorado para o Brasil?

Continuar produzindo celulose com qualidade e de baixo custo, para tender muitos clientes no Brasil e no mundo e, no momento certo, aumentar sua capacidade de produção.

0 visualização
Endereço Malinovski:

Rua Prefeito Ângelo Lopes, 1860
Hugo Lange - Curitiba - Paraná
CEP - 80040-252

Telefone:

+55 (41) 3049-7888 | +55 (41) 99924-3993

Organização:

Malinovski-alem-da-floresta_branco.png

Apoio Master:

Siga-nos nas redes sociais
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube