Tocantins quer investir mais no setor florestal



O governo estadual do Tocantins e a Embrapa realizaram no fim de 2021 um encontro sobre o setor de árvores cultivadas. O seminário “Silvicultura: perspectivas para o mercado madeireiro” reuniu produtores rurais, empresários do setor silvicultural, técnicos, acadêmicos e outros interessados no assunto.


Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Jaime Café, o estado possui potencial para as diversas cadeias da silvicultura. “Temos um ambiente natural para plantio de novas áreas nessa atividade, na produção de madeiras, móveis e celulose. Para tanto, estamos buscando as regulamentações ambientais para que o produtor possa plantar e gerar renda.”


A engenheira florestal Arlete Leite, reforçou a importância do setor no Tocantins. “É um momento para debatermos as demandas e, ao mesmo tempo, mostrarmos as diversas possibilidades do uso da madeira como alternativa de geração de negócio, além de mostrarmos novas espécies com potencial produtivo para o estado, e assim termos uma maior diversidade de produtos florestais”, explicou.


De acordo com o IBGE, o Produto Interno Bruto (PIB) de Tocantins teve um aumento de 5,2%, na produção de florestas, em 2019, acima da média nacional, que foi de 1,2%. O crescimento foi alavancado pela atividade de silvicultura, que teve uma elevação de 278,2% em volume comercializado no estado, impulsionado principalmente pela extração de madeira em tora de eucalipto.


Foto: Divulgação/Governo do Estado de Tocantins.


81 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo