Mercado em ebulição


O setor de base florestal continua em franco crescimento. Após uma alta na demanda por matéria-prima, que foi intensificada durante a pandemia com um salto no consumo de embalagens de papel e papel tissue, a busca por produtos com origens em florestas plantadas continua em franco crescimento. Entre os motivos está também a mudança nos hábitos do consumidor, que prefere embalagens com menor impacto ao meio ambiente. As indústrias siderúrgica e de grãos, grandes consumidoras de madeira energética, de fontes renováveis, são outros segmentos que contribuem significativamente para este crescimento.


Um levantamento feito para Indústria Brasileira de Árvores (Ibá), e publicado no fim do ano passado, aponta que em 2020 as empresas do setor investiram em torno de R$ 12 bilhões. O mesmo documento indica que, se somados, os investimentos para expansão programados por empresas do setor de base florestal até 2024 devem atingir R$ 57,2 bilhões.

123 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo