• Show Florestal

Setor florestal teve R$ 116 bilhões de receita bruta em 2020


A Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) lançou no fim do ano passado o Relatório Anual 2021, referente a 2020, desenvolvido em parceria com o IBRE/FGV. O documento indica que o setor de árvores cultivadas manteve crescimento, mesmo em um momento tão desafiador com pandemia e crise econômica, mostrando que os produtos desta indústria são fundamentais e estão no dia a dia de toda a população. A receita bruta de 2020 bateu recorde novamente, saltando de R$ 97,4 bilhões para R$116 bilhões.


A participação nas exportações de produtos brasileiros foi de 4,8% em 2020, trazendo divisas na ordem de US$9,8 bilhões. Foram R$ 12,1 bilhões em tributos federais, equivalente a 0,9% da arrecadação do país. Os dados demonstram que a indústria com base nas árvores cultivadas coloca o Brasil como referência mundial em sustentabilidade, na produção de celulose, papel, embalagens, pisos e painéis, entre outros.


O setor ainda avançou na geração de emprego, com 1,5 milhão de empregos diretos e indiretos em cerca de mil municípios do país. Além disso, os programas de fomento florestal, de desenvolvimento de parceiros que destinam parte de suas terras para cultivo de pinus ou eucalipto, já contemplam mais de 1,6 milhão de pequenos produtores participantes.


“Desenvolvemos projetos e ações que caminham rumo ao desenvolvimento sustentável e com o objetivo de reduzir os impactos ambientais e construir uma economia de baixo carbono. Os consumidores estão exigindo cada vez mais produtos verdes e a indústria de base florestal já vem dando suas contribuições”, disse o Embaixador José Carlos da Fonseca Jr., diretor executivo da Ibá.


Foto: Acervo Malinovski


50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo